Níveis de água em barragem nos EUA baixam após evacuação em massa

Níveis de água em barragem nos EUA baixam após evacuação em massa

 

Lusa/Açoriano Oriental   Internacional   13 de Fev de 2017, 14:06

Os níveis da água no Lago Oroville, na Califórnia (sudoeste dos Estados Unidos), baixaram hoje, depois de quase 200 mil pessoas terem sido retiradas de localidades próximas devido ao risco de a água transbordar uma barragem.

 

O Departamento de Recursos Hídricos da Califórnia vai hoje inspecionar uma marca de erosão numa conduta de descarga de emergência da barragem de Oroville, a maior dos Estados Unidos.

Esta conduta corria o risco de transbordar, o que constituía um risco para as populações que vivem abaixo do nível da albufeira.

As autoridades começaram a evacuar as localidades próximas do lago no domingo, após ter sido emitido um aviso de que uma falha na conduta de descarga de emergência poderia inundar as comunidades com uma onda de nove metros.

O lago que serve como albufeira e reservatório da barragem tem vindo a aumentar significativamente nas últimas semanas, porque a Califórnia tem vindo a ser atingida por uma série de tempestades (com chuva e neve) um pouco por todo o Estado.

A zona mais atingida tem sido o norte da Califórnia, onde se situa o lago Oroville (cerca de 240 quilómetros a nordeste de São Francisco).

A situação estava, no entanto, mais calma hoje, com o fluxo e níveis de água a diminuírem bastante face aos últimos dias.

O Lago Oroville é um dos maiores lagos artificiais da Califórnia e no sábado estava com níveis de água tão altos que a conduta de descarga de emergência foi usada pela primeira vez desde que foi construída, há quase 50 anos.

A evacuação das localidades no domingo foi ordenada após os engenheiros terem detetado um buraco no cimento de uma conduta secundária de descarga. Os engenheiros informaram as autoridades de que a segunda conduta da barragem (que tem 234 metros de altura) poderia falhar no espaço de uma hora.

O buraco encontrado no cimento tem 60 metros de extensão, nove de profundidade e continua a aumentar.

As autoridades vão continuar a libertar água pela conduta de descarga principal para tentar reduzir o nível de água na barragem em 50 pés (15 metros), já a contar com a previsão de novas tempestades na região a partir de quarta-feira.

A evacuação repentina das localidades lançou o pânico entre os residentes, que carregaram os carros com alguns pertences, mas depois ficaram horas em imensos engarrafamentos para abandonar o local.

Cerca de 188 mil residentes dos condados de Yuba, Sutter e Butte receberam ordem para sair do local.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.