Nigéria tem 14 dias para decidir se presidente está apto


 

Lusa / AO online   Internacional   22 de Jan de 2010, 16:26

O Alto Tribunal Federal da Nigéria deu hoje 14 dias ao governo para decidir se o presidente Umaru Yar'Adua, hospitalizado há dois meses na Arábia Saudita, está apto para se manter em funções.
"O Conselho Executivo dispõe de 14 dias para adoptar uma resolução (…) para decidir se, em face da ausência da Nigéria do presidente por razões médicas desde 23 de Novembro de 2009, o presidente está incapacitado para exercer as suas funções", declarou o presidente do Alto Tribunal, Dan Abutu.

A decisão é relativa a dois de três pedidos apresentados ao tribunal para investir oficialmente o vice-presidente Goodluck Jonathan como "presidente interino".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.