Nicolás Maduro na China para estreitar relações com gigante asiático

Nicolás Maduro na China para estreitar relações com gigante asiático

 

Lusa/AO Online   Internacional   6 de Jan de 2015, 06:50

O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reúne hoje com dezena e meia de executivos empresariais chineses de diversos setores, no seu primeiro dia da viagem oficial à China.

Nicolás Maduro, que aterrou esta madrugada em Pequim depois de, segunda-feira, ter feito uma escala em Moscovo, iniciou logo pela manhã vários contactos em reuniões separadas com empresários, indicaram fontes da delegação venezuelana.

As reuniões, onde participam os principais membros da equipa económica de Maduro, incluíram contactos com o presidente do Banco da China, revelou a ministra da Comunicação e Informação, Jacqueline Faría, na sua conta do Twitter.

Além de um encontro com o Presidente Xi Jinping, Nicolás Maduro participa ainda no primeiro dia do Fórum China- Comunidade de Estados Latino-americanos e das Caraíbas.

Salientando a visita como “muito importante”, Nicolás Maduro garante que está na China para “trabalhar em vários projetos” em áreas tão diversas como a financeira, energética, tecnológica ou educativa, tudo para promover um “desenvolvimento integral”.

A Venezuela produz cerca de três milhões de barris de petróleo diariamente, dos quais 2,5 milhões são exportados para a China e Estados Unidos, mas está, tal como os outros países produtores, a sofrer a queda do preço do petróleo.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.