Navio "Gilberto Mariano", parte na sexta-feira para certificação


 

Lusa/AO Online   Regional   7 de Jan de 2016, 18:57

A empresa pública de transporte marítimo de passageiros e viaturas Atlânticoline, nos Açores, informou que o ferry "Gilberto Mariano" parte na sexta-feira para Aveiro para efeitos de certificação.

Em comunicado, disponível na página da empresa na rede social Facebook, a Atlânticoline adianta que o navio estará em doca seca cerca de quatro semanas e que as ligações marítimas diárias entre as ilhas do Faial, Pico e São Jorge serão asseguradas pelos navios “Mestre Simão” e “Cruzeiro do Canal”.

À semelhança do que já aconteceu com o “Mestre Simão” no final de 2015, a paragem do “Gilberto Mariano” servirá também para realizar “alguns trabalhos de manutenção do navio”, não especificados.

Inicialmente, os prazos definidos pela Direção-geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos coincidiam com a época alta da operação, razão pela qual a Atlânticoline solicitou uma prorrogação dos prazos, para que as docagens dos navios “Mestre Simão” e “Gilberto Mariano” pudessem acontecer na época baixa.

Os dois ‘ferries’, propriedade da Atlânticoline foram construídos em Espanha, custaram 18,6 milhões de euros e começaram a operar no início de 2014.

Ambos têm 40 metros de comprimento, mas diferem em termos de capacidade de transporte de passageiros e viaturas: o “Mestre Simão” pode transportar 333 passageiros e oito viaturas e o “Gilberto Mariano” 287 passageiros e 12 viaturas.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.