Mudar regras de acesso só com consenso social


 

AO/Lusa   Nacional   11 de Set de 2016, 12:22

As regras de acesso ao ensino superior só serão mudadas se houver um consenso na sociedade portuguesa, garantiu o ministro do Ensino Superior, Manuel Heitor.

 

Em declarações aos jornalistas, numa sessão de apresentação dos resultados da 1.ª fase de candidaturas ao ensino superior público, o ministro disse que espera ter, até final de setembro, o relatório do grupo de trabalho criado para estudar as condições de acesso.

Frisando que “pode haver ações específicas”, no que diz respeito às condições de acesso, sem que isso implique “tocar no regime geral”, Manuel Heitor remeteu, ainda assim, qualquer decisão para depois de uma discussão pública das conclusões do grupo de trabalho.

“Nunca o faremos [alterar as condições de acesso], sem haver um consenso na sociedade portuguesa”, garantiu.

Os politécnicos propuseram, no ano passado, que os institutos pudessem ter condições de acesso diferentes das aplicadas às universidades, sugerindo que, na nota de candidatura aos politécnicos, pudesse pesar mais a nota final das disciplinas exigidas do que a nota dos exames nacionais.

A proposta foi fortemente contestada pelos estudantes e motivou a saída do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) das três maiores instituições desta natureza no país – os politécnicos de Lisboa, Porto e Coimbra –, que entenderam que a alteração colocaria em causa a igualdade e equidade no acesso, com prejuízo da imagem dos politécnicos.

Ainda no encontro de sexta-feira, o ministro Manuel Heitor disse que espera ter definido em breve o novo modelo do programa +Superior, que continuará a incentivar a frequência de instituições de ensino superior no interior do país, mas admitindo maiores incentivos a candidatos a bolsas do programa que venham do ensino profissional ou que se integrem no regime dos maiores de 23 anos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.