Justiça

MP pede "justiça" no julgamento de 14 homens acusados de abuso sexual de menina

MP pede "justiça" no julgamento de 14 homens acusados de abuso sexual de menina

 

Lusa / AO online   Regional   22 de Fev de 2010, 10:44

O Ministério Público (MP) pediu esta segunda-feira que seja "feita justiça" no julgamento dos 14 homens acusados de abuso sexual de uma menina de 12 anos, mas não especificou as penas considera que devem ser aplicadas a cada um.
Nas alegações finais, que decorreram à porta fechada no Tribunal de Ponta Delgada, tal como todo o julgamento, o MP não avançou com um pedido de penas por considerar que "há prova no processo que vai ter que ser analisada", nomeadamente prova de DNA e documental.

Todos os advogados dos arguidos pediram a absolvição dos seus clientes.

Os 14 arguidos, com idades entre 20 e 80 anos, terão praticado os abusos, de forma individual, entre Julho de 2006 e Outubro de 2007 durante os trabalhos de construção de uma urbanização no concelho de Vila Franca do Campo, na ilha de S. Miguel.

Segundo a acusação, 12 arguidos terão iniciado contacto com a criança quando esta se deslocava à obra para brincar, enquanto os restantes dois eram vizinhos da menina.

De acordo com uma avaliação psicológica, a menor sofre de um ligeira deficiência mental e perturbação de personalidade.

Este caso foi julgado em Ponta Delgada devido à falta de espaço no Tribunal de Vila Franca do Campo.

A leitura do acórdão ficou agendada para 17 de Março.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.