Orçamento de Estado

Moody's defende "cortes mais ambiciosos" na despesa

 Moody's defende "cortes mais ambiciosos" na despesa

 

Lusa / AO online   Economia   28 de Jan de 2010, 09:42

 A agência de notação financeira Moody's disse esta quinta-feira que Portugal precisa de fazer "cortes mais ambiciosos" na despesa a partir do próximo ano para conseguir chegar a 2013 com um défice inferior a 3 por cento do PIB.
"A limitada redução do défice este ano significa que terão de ser feitos cortes mais ambiciosos em 2011 a 2013 se o Governo quer reduzir o défice para os 3 por cento do PIB", diz a agência, em nota enviada às redacções.

Para o analista vice-presidente da instituição, Anthony Thomas, os indicadores e o plano de redução dos desequilíbrios nas contas públicas significam que Portugal está a perder as condições favoráveis de contracção de empréstimos e "já não pode ser olhado como tendo uma dívida pública relativamente baixa"

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.