Pico

Montanha do Pico com limite de subidas a partir de junho

Montanha do Pico com limite de subidas a partir de junho

 

AO online   Regional   23 de Mai de 2018, 14:40

A partir do início de junho, a montanha do Pico passa a ter limites diários de subidas e de pernoitas na cratera, segundo uma portaria do Governo Regional publicada em Jornal Oficial.

O acesso aquela área protegida, refere uma nota do executivo açoriano, "deve ser efetuado pelo trilho assinalado no terreno, com uma capacidade máxima de carga de 320 visitantes por dia e 160 visitantes em simultâneo, podendo esta última ser reduzida ou aumentada, até 25%, por decisão do Diretor do Parque Natural do Pico, tomada para um período específico, em função do estado do trilho e das condições meteorológicas".

Relativamente à pernoita na cratera da Montanha do Pico, "esta passa a estar condicionada a um máximo de 32 visitantes por dia e à realização de reserva prévia, devendo a escalada ser iniciada durante a tarde e terminada na manhã do dia seguinte", prossegue a mesma nota.

A portaria dá ainda conta da intenção de se "rever o valor das taxas das subidas autónomas e do acesso ao Piquinho, bem como incentivar as pernoitas na cratera acompanhados por Guias da Montanha através da criação de uma taxa para a pernoita aplicável ao visitante autónomo".

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.