Ministros europeus acordam política comum de imigração e asilo


 

Lusa / AO online   Internacional   21 de Jan de 2010, 17:47

Os ministros da Justiça e Assuntos Internos da UE concluíram esta quinta-feira aprofundar a política comum de imigração e asilo, que regule a imigração legal, fomente a integração e reforce a Frontex, segundo o Ministério da Administração Interna português.
Em comunicado, o gabinete do ministro Rui Pereira, que participou no conselho informal de hoje em Toledo, explica que essa foi uma das conclusões do primeiro dia de debate dos 27, que se debruçaram “sobre as implicações da entrada em vigor do Tratado de Lisboa na política comum de imigração e asilo”.

“Reafirmando a abordagem global que tem constituído orientação constante da União Europeia (UE), os Estados-membros concluíram que devem aprofundar o seu esforço de regulação da imigração legal e de desenvolvimento das políticas de integração, em paralelo com o combate à imigração ilegal e ao tráfico de seres humanos, o que envolve, nomeadamente, o reforço da Agência Frontex”, explica o comunicado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.