Nacional

Ministro debate criminalidade em Portugal


 

LUSA/AOnline   Nacional   17 de Dez de 2011, 19:52

O Ministro da Administração Interna vai reunir-se segunda-feira com o Secretário Geral de segurança Interna, o diretor da PSP e o comandante da GNR e tomar medidas contra a criminalidade em Portugal.

Fonte do gabinete de Miguel Macedo disse à Agência Lusa que a reunião realiza-se às 12:30 com o juiz Antero Luis, o diretor da PSP Guedes da Silva e o comandante da GNR Newton Parreira.

O objetivo do encontro será avaliar um conjunto de situações relacionadas com a criminalidade, entre elas o roubo em ourivesarias, o roubo de cobre, carjaking e a destruição de pórticos, nomeadamente na A22, algumas de cariz violento.

No final da reunião, Miguel Macedo irá anunciar aos jornalistas o resultado da reunião.

Na terça-feira, um funcionário da Euroscut Algarve, empresa que explora as portagens na Via do Infante (A22), ficou ferido numa mão, sem gravidade, quando estava junto a um pórtico que estava a arder e a sua viatura foi atingida por um disparo de caçadeira.

O caso aconteceu perto das oito da noite ao quilómetro 43, no sentido Algoz-Guia (Albufeira), quando o funcionário de deslocou ao pórtico que estava a arder.

Em 48 horas aquele foi o segundo incidente contra os pórticos de portagens na Via do Infante.

Os roubos a supermercados, ourivesarias e gasolineiras foram os que mais subiram em Outubro, mas os assaltos a viaturas lideraram os crimes registados pela PSP, segundo um relatório da Polícia sobre a zona metropolitana de Lisboa.

O relatório sobre a criminalidade violenta no que toca aos roubos a estabelecimentos e viaturas indica que foram registados 43 crimes, representando os assaltos a viaturas 30 por cento, ourivesarias 19, supermercados 16 e bombas de gasolina sete por cento.

Porém, este tipo de criminalidade tem acontecido por todo o país, sendo avultados os prejuízos para os proprietários, nomeadamente de ourivesarias.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.