Ministra da Agricultura otimista quanto ao futuro do setor do leite em Portugal

Ministra da Agricultura otimista quanto ao futuro do setor do leite em Portugal

 

LUSA/AO online   Economia   4 de Set de 2015, 19:43

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, mostrou-se otimista num resultado positivo para o setor leiteiro, em Portugal, na cimeira de ministros da Agricultura da União Europeia, que decorre na próxima segunda-feira, em Bruxelas.

A governante, que hoje visitou a AgroSemana, uma feira agrícola na Póvoa de Varzim, organizada pela Agro, uma união de cooperativas do setor, acredita que serão encontrados mecanismos alternativos ao fim das quotas leiteiras que possam proteger os produtores nacionais.

"Este não é um problema de Portugal, é também um problema da Europa e vamos discutir e pedir à Comissão Europeia medidas de suporte para este período difícil que os produtores estão a atravessar", garantiu Assunção Cristas.

"Tenho estado em contacto com os meus homólogos de outros países e conversado com o comissário europeu a debater soluções. Todos nós estamos a trabalhar para que na segunda-feira possa haver um bom resultado para os nossos produtores de leite", acrescentou a ministra.

Assunção Cristas não acredita que, por enquanto, o fim das quotas leiteiras na União Europeia possa ser invertido, mas garantiu que tem conseguido sensibilizar alguns países para que esse possa ser um caminho no futuro.

"Portugal, em 2003, no governo de Durão Barroso, votou contra o final das quotas, e nós sempre nos temos batido para que voltem a entrar em vigor. Comecei a falar disto sozinha, mas já tenho seis países, e de dimensão relevante, como a Espanha ou Polónia, do meu lado. Admito que outros países também já estejam a mudar de posição", afirmou.

Independentemente do desfecho da reunião desta segunda-feira, em Bruxelas, Assunção Cristas garantiu que serão tomadas mais medidas de apoio aos produtores, nomeadamente na valorização e promoção do consumo de leite.

Recorde-se que na passada sexta-feira, Portugal, Espanha, Itália e França acordaram pedir em Bruxelas, no Conselho de Ministros extraordinário de ministros da Agricultura, um aumento dos preços de referência, que permitirão retirar leite do mercado quando o produto está em excesso e, com isso, ajudar a regular o preço do leite.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.