Milhares de manifestantes protestam contra iminente acordo comercial entre Taiwan e China

Milhares de manifestantes protestam contra iminente acordo comercial entre Taiwan e China

 

Lusa   Internacional   26 de Jun de 2010, 15:38

Dezenas de milhares de manifestantes encheram hoje as ruas de Taipe para protestar contra a iminente assinatura de um acordo comercial entre Taiwan e a China, por entenderem que vai aumentar o controlo de Pequim sobre a ilha.

Os manifestantes reuniram-se no centro da capital do país seguindo o apelo do Partido Democrático Progressista (DPP pró-independência), marchando e cantando "Save Taiwan!" (Salvem Taiwan) ou Contra ECFA!", em referência ao Acordo-Quadro de Cooperação Econômica (ECFA), que deverá ser assinado por Pequim e Taipe na terça feira.

A organização adianta que a manifestação juntou cerca de cem mil pessoas, enquanto os números da polícia apontam para 32 000.

Mais de dois mil polícias foram mobilizados para garantir a segurança do protesto, organizado antes da partida para a China do emissário de Taiwan, Chiang Pin-kung.

O acordo entre os dois países deverá estabelecer tarifas preferenciais para 539 categorias de produtos de Taiwan, e o governo do país garante que este irá estimular o crescimento económico e o emprego.

Os opositores encaram o acordo como um primeiro passo para a reunificação entre Pequim e Taipe, e consideram que o texto vai reforçar a influência da China sobre a ilha, soberana desde 1948, mas que a China encara como parte integrante do seu território.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.