México quer "privilegiar o diálogo" com Donald Trump

México quer "privilegiar o diálogo" com Donald Trump

 

Lusa/AO online   Internacional   19 de Nov de 2016, 16:59

O presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, afirmou que quer "privilegiar o diálogo" sobre "uma nova agenda" com o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, que tem defendido políticas protecionistas em relação ao México.

 

"Face às tomadas de posição do presidente eleito Trump (...) queremos privilegiar o diálogo para construir uma nova agenda das relações bilaterais", declarou o presidente mexicano, na cimeira anual da Organização de Cooperação Económica Ásia-Pacífico (APEC).

"O México vai continuar a ser um veemente apoiante da abertura", acrescentou Peña Nieto, que defendeu também o acordo de comércio livre concluído em 1994 entre os Estados Unidos, o Canadá e o México, muito criticado por Trump.

Durante a campanha eleitoral, o candidato republicano prometeu que quando chegasse à Casa Branca adotaria uma série de medidas polémicas, incluindo a denúncia de acordos do género, considerando que prejudicam os trabalhadores norte-americanos.

"Não nos vamos perturbar com sentimentos protecionistas que começam a surgir em diferentes partes do mundo. Creio que a globalização trouxe mais benefícios do que prejuízos", afirmou o presidente mexicano.

Para o México, a relação com os Estados Unidos é "central", acrescentou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.