Mensagens de confiança, autonomia e luta decoram cartazes partidários


 

Lusa / AO online   Regional   5 de Out de 2016, 11:41

Nos cartazes eleitorais que povoam os locais de maior circulação dos Açores há promessas para todos os gostos, da autonomia feliz à luta, e dos valores à tradição.

 

A semana e meia das eleições regionais de dia 16, não há rotunda ou via principal do arquipélago que não tenha um colorido diferente devido aos cartazes eleitorais, cartazes com medidas proporcionais aos bolsos dos partidos.

O PS, que governa os Açores há 20 anos, optou por ‘outdoors’ iguais nas nove ilhas do arquipélago, “com base nos limites estipulados legalmente”, nos quais surge Vasco Cordeiro, o atual presidente e recandidato ao cargo.

Fonte do PS disse à agência Lusa que “o número, tipo e periodicidade dos ‘outdoors’ constituem, na fase atual, informações reservadas à própria estrutura de campanha”, acrescentando que, de acordo com a lei, serão posteriormente tornados públicas.

“Os ‘outdoors’ do PS foram iguais para todas as ilhas, mas este ano introduzimos uma rotação de três cartazes diferentes, baseados em três conceitos-chave da mensagem da campanha (confiança, esperança e futuro)”, referiu a mesma fonte, informando que, paralelamente, o PS “tem apostado numa campanha digital, nomeadamente nas principais redes sociais”.

O PSD, cujos cartazes passam agora a mensagem “Autonomia feliz” e o CDS-PP, que assegura “Juntos fazemos melhor”, optaram por não responder à Lusa sobre esta matéria.

Por seu turno, o Bloco de Esquerda revelou que o partido vai ter ao todo 97 ‘mupis’ (estruturas metálicas do partido) e 17 ‘outdoors’ (espaços arrendados a empresas de publicidade) espalhados pelas ilhas, com exceção do Corvo, a mais pequena do arquipélago.

Sem adiantar o valor do investimento, a mesma fonte disse que o maior número de ‘mupis’ e ‘outdoors’ está concentrado nas ilhas de São Miguel e Terceira, os dois círculos com maior número de eleitores e que, por isso, elegem maior número de deputados, 20 e dez respetivamente.

A CDU (PCP e Os Verdes) vai ostentar nas nove ilhas cerca de 100 cartazes de apelo ao voto na coligação.

Fonte partidária informou que estão previstos ‘mupis’ (180x90cm) e cartazes (50x70) em todas as ilhas, sem, também, adiantar qual o valor investido.

Fundo azul-escuro, letras brancas com a mensagem “Valores e Tradição” e fotografia do cabeça de lista por São Miguel, Paulo Gusmão, marcam os cartazes do Partido Popular Monárquico na ilha de São Miguel.

O líder do PPM e cabeça de lista do partido pelo Corvo, Paulo Estêvão, declarou desconhecer ao certo quantos cartazes o partido vai ostentar, mas assegurou que será um “número residual”.

A concorrer pela segunda vez às eleições regionais, o PAN apostou em cartazes “ecológicos e gratuitos”, feitos do aproveitamento de paletes de madeira e pintados com ‘spray, expostos apenas na ilha de São Miguel, a maior do arquipélago.

O cabeça de lista do PAN por este círculo, Pedro Neves, adiantou que “não é preciso gastar muito dinheiro para fazer campanha”, argumentando que “também os açorianos não têm muito dinheiro para viver mensalmente”.

“Numa era de consumismo temos de pensar que podemos reutilizar o que temos”, afirmou Pedro Neves.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.