Medicamentos a preço de "saldo" a partir de hoje nas farmácias


 

Lusa/Ao On line   Nacional   15 de Dez de 2010, 05:56

A partir de hoje as farmácias têm de vender os medicamentos comparticipados com o desconto de seis por cento definido em outubro, depois de terem sido dados três prazos para o escoamento das embalagens com preço antigo.

No dia 07 de outubro foi publicada em Diário da República a portaria que define a baixa administrativa de seis por cento do preço dos medicamentos.

Inicialmente, a Autoridade Nacional da Farmácia e do Medicamento (Infarmed) deu às farmácias até ao dia 14 de novembro para escoarem os remédios com o preço antigo, passando depois esse prazo para o dia 30 de novembro.

Posteriormente, este prazo foi alargado para o dia 14 de dezembro, o que significa que a partir de hoje todas as embalagens dos fármacos comparticipados têm de ser vendidas com o novo preço.

A ministra da Saúde, Ana Jorge, justificou estes sucessivos prazos para o escoamento das embalagens de preço antigo com o risco de rutura de stocks de alguns medicamentos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.