Mário Soares foi o presidente eleito com maior percentagem de votos desde 1976

Mário Soares foi o presidente eleito com maior percentagem de votos desde 1976

 

Lusa / AO online   Nacional   2 de Jan de 2016, 11:02

O histórico socialista Mário Soares foi o Presidente da República eleito com maior percentagem de votos, desde as primeiras eleições presidenciais portuguesas após o 25 de Abril de 1974, obtendo 70% dos votos, no sufrágio de 1996.

 

A seguir a Mário Soares, foi António Ramalho Eanes que conseguiu ser eleito com a mais alta percentagem de votos, conseguindo 61,5% na primeira eleição presidencial, em 1976.

Lista de todos os concorrentes a eleições presidenciais por sufrágio universal, direto e secreto, desde 1976 e respetivos resultados (em percentagem), de acordo com os resultados publicados em Diário da República.

 

- 27 de junho de 1976:

António dos Santos RAMALHO EANES (61,59).

OTELO Nuno Romão SARAIVA DE CARVALHO (16,46).

José Baptista PINHEIRO DE AZEVEDO (14,37)

OCTÁVIO Floriano Rodrigues PATO (7,59)

Abstenção: 24,53

 

- 07 de dezembro de 1980:

António dos Santos RAMALHO EANES (56,44)

António da Silva Osório SOARES CARNEIRO (40,23)

OTELO Nuno Romão SARAIVA DE CARVALHO (1,49)

Carlos GALVÃO DE MELO (0,84)

António Elísio Capelo PIRES VELOSO (0,78)

António Jorge Oliveira AIRES RODRIGUES (0,22)

Abstenção: 15,61

 

- 26 de janeiro de 1986:

Diogo Pinto de FREITAS DO AMARAL (46,31)

MÁRIO Alberto Nobre Lopes SOARES (25,43)

Francisco de Almeida SALGADO ZENHA (20,88)

Maria de LURDES Ruivo da Silva Matos PINTASILGO (7,38)

Abstenção: 24,62

- 16 de fevereiro de 1986 (2.ª volta):

MÁRIO Alberto Nobre Lopes SOARES (51,18)

Diogo Pinto de FREITAS DO AMARAL (48,82)

Abstenção: 22,01

 

- 13 de janeiro de 1991:

MÁRIO Alberto Nobre Lopes SOARES (70,35)

BASÍLIO Adolfo Mendonça HORTA da França (14,16)

CARLOS Alberto do Vale Gomes CARVALHAS (12,92)

CARLOS Manuel MARQUES DA SILVA (2,57)

Abstenção: 37,84

 

- 14 de janeiro de 1996:

 

JORGE Fernando Branco de SAMPAIO (53,91)

Aníbal António CAVACO SILVA (46,09).

Abstenção: 33,71.

 

 

- 14 de janeiro de 2001:

 

JORGE Fernando Branco de SAMPAIO (55,55).

Joaquim Martins FERREIRA DO AMARAL (34,68).

António Horácio SIMÕES DE ABREU (5,16).

FERNANDO José Mendes ROSAS (3,00).

António Pestana GARCIA PEREIRA (1,59).

Abstenção: 50,29.

 

 

- 22 de janeiro de 2006:

 

Aníbal António CAVACO SILVA (50,54).

MANUEL ALEGRE de Melo Duarte (20,74).

MÁRIO Alberto Nobre Lopes SOARES (14,31).

JERÓNIMO Carvalho de SOUSA (8,64).

FRANCISCO Anacleto LOUÇÃ (5,32).

António Pestana GARCIA PEREIRA (0,44).

Abstenção: 38,47

- 23 de janeiro de 2011:

Aníbal António CAVACO SILVA (53,14)

MANUEL ALEGRE de Melo Duarte (19,67)

FERNANDO de La Vitier Ribeiro NOBRE (14,04)

FRANCISCO José de Almeida LOPES (7,05)

JOSÉ Manuel da Mata Vieira COELHO (4,52)

DEFENSOR de Oliveira MOURA (1,58)

Abstenção: 53,56

As eleições para eleger o próximo Presidente da República realizam-se no dia 24 de janeiro de 2016.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.