Mário Soares em situação crítica e com prognóstico reservado

Mário Soares em situação crítica e com prognóstico reservado

 

Lusa/AO Online   Nacional   13 de Dez de 2016, 18:25

O antigo Presidente da República Mário Soares, de 92 anos, está internado na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital da Cruz Vermelha em situação crítica e com "prognóstico reservado", informou o hospital.

 

Numa declaração aos jornalistas pouco depois das 18:00, o porta-voz do Hospital da Cruz Vermelha, José Barata, afirmou que "Mário Soares mantém o nível dos sinais vitais e o mesmo grau de consciência, sendo o prognóstico reservado".

"O doutor Mário Soares foi admitido, esta madrugada, na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital da Cruz Vermelha [em Lisboa], em situação crítica", referiu ainda.

O porta-voz da unidade hospitalar confirmou que o antigo Presidente da República está inconsciente e que nas últimas horas "tem estado debaixo de intensa vigilância médica, não se verificando alteração ou agravamento da sua situação clínica".

"Mais uma vez, a família do doutor Mário Soares agradece a preocupação de todos neste momento delicado", disse ainda.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, fez hoje uma visita a Mário Soares no seu regresso de Nova Iorque, onde esteve presente na cerimónia do juramento de António Guterres como secretário-geral das Nações Unidas.

A acompanhar a situação do antigo chefe de Estado no hospital estão os filhos Isabel e João Soares, tendo ao longo do dia passado na unidade de saúde, entre outros, o sobrinho e médico Eduardo Barroso, o secretário de Estado do Trabalho do IX Governo - liderado por Mário Soares - Vítor Ramalho e o Diretor-Geral da Saúde, Francisco George, que não quis prestar declarações aos jornalistas uma vez que esteve presente enquanto familiar.

Para hoje, não está prevista a divulgação de mais nenhum boletim clínico, mas à porta do Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, permanecem vários jornalistas, de diversos meios de comunicação social.

O antigo Presidente da República Jorge Sampaio já disse entretanto estar a acompanhar "com muita preocupação e com muita solidariedade" o estado de saúde de Soares.

Marcelo Rebelo de Sousa afirmou ao final da tarde que, como todos os portugueses, acompanha "com carinho" a situação de saúde do antigo chefe de Estado Mário Soares, desejando as suas melhoras.

O médico e sobrinho de Mário Soares, Eduardo Barroso, destacou aos jornalistas os "92 anos de um homem que já estava fragilizado, que ficou muito mais fragilizado depois da encefalite e ainda mais depois de ter perdido a sua mulher".

Eduardo Barroso adiantou que o antigo Presidente da República "não está consciente" e recordou o episódio de quando Marcelo Rebelo de Sousa quis ir visitar o antigo chefe de Estado depois da sua eleição.

"Eu fui preparar essa visita e a reação dele foi: "mas quem és?", mesmo para mim", relatou, o que dá conta das "alterações do estado de consciência".


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.