Marcelo Rebelo de Sousa diz que economia nacional tem de crescer acima dos 2%

Marcelo Rebelo de Sousa diz que economia nacional tem de crescer acima dos 2%

 

LUSA/AO Online   Nacional   18 de Fev de 2017, 14:15

O Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa defendeu, hoje, em Valença que a economia nacional precisa de crescer, "claramente", acima dos 2% para permitir o investimento e a criação de emprego.

"Precisamos de aumentar as taxas de crescimento, claramente, acima dos 2%. Não é apenas por uma questão de criação de emprego é para uma libertação de poupança. Uma formação de poupança é um investimento que assegura a sustentabilidade desse crescimento, nomeadamente, em termos de recursos humanos, de pessoas", afirmou o chefe de Estado. Marcelo Rebelo de Sousa, que falava naquela cidade do Alto Minho, durante a inauguração do Centro de Inovação e Logística de Valença (CILV) que integra o novo campus académico da Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), afirmou que o crescimento económico "é o grande desafio nacional dos próximos anos". "É muito difícil haver investimento público ou privado, a nível mais amplo ou mais restrito se não crescemos mais. Esse é um grande desafio nacional", reforçou Marcelo Rebelo de Sousa que reconheceu tratar-se de desafio que exige "um grande esforço". "Precisamos crescer na formação qualificada mas para termos formação qualificada precisamos de investir e para isso temos de crescer. Nós precisamos para crescer de formar muito melhor os nossos melhores, sendo que os nossos melhores, em muitos casos, já são os menores em qualquer ponto do mundo. Precisamos ir mais longe porque os outros vão mais longe todos os dias. Neste particular não há empates. Empatar é perder", frisou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.