Marcelo irá falar com partidos sobre Programas de Estabilidade e de Reformas


 

Lusa/AO Online   Nacional   7 de Abr de 2017, 17:37

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou hoje que irá discutir nas suas próximas audiências com os partidos, depois da Páscoa, o Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas a apresentar pelo Governo.

 

De acordo com uma nota divulgada no ‘site’ da Presidência da República, o chefe de Estado vai receber PSD, PS, BE, CDS-PP, PCP, PEV e PAN nos dias 17 e 18 de abril, no âmbito dos "contactos regulares" que mantém com os partidos políticos com representação parlamentar.

À margem de uma visita a uma exposição sobre saúde em Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado sobre qual será o tema dessas audiências.

"Como saberão, o Governo vai aprovar o Plano de Estabilidade e o Plano Nacional de Reformas na versão para o futuro próximo que irá depois ao parlamento. Entre um momento e outro momento, o Presidente da República recebe, como tem feito periodicamente, os partidos com assento parlamentar", justificou.

O parlamento debaterá em 19 de abril o Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas.

Há um ano, na primeira vez que o chefe de Estado chamou a Belém os partidos com representação parlamentar depois de tomar posse, em 09 de março de 2016, o tema dos encontros foi também o Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas apresentados pelo Governo.

Os jornalistas ainda tentaram questionar o Presidente da República sobre a crítica que lhe foi dirigida pelo líder do PSD, Pedro Passos Coelho - que afirmou em entrevista à SIC que teria gostado de ver o chefe de Estado defender o Conselho de Finanças Públicas - mas Marcelo Rebelo de Sousa já se afastava da comunicação social.

Segundo a agenda divulgada por Belém, o primeiro encontro do chefe de Estado será com o PSD, no dia 17, pelas 14:00. Uma hora mais tarde, às 15:00, acontecerá a reunião do Presidente da República com o PS e, às 16:00, será a vez do BE ser recebido no Palácio de Belém.

Para dia 18 ficaram agendadas as audiências com o PCP (14:00), PEV (15:00), PAN (16:00) e CDS-PP (17:00).

Esta é a quarta vez que Marcelo Rebelo de Sousa chama os partidos com representação parlamentar sem ser por imposição constitucional.

Depois dos encontros em abril de 2016, que tiveram como tema o Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas, Marcelo Rebelo de Sousa voltou a receber as delegações partidárias para uma análise da situação política, em 25 de julho.

Em outubro, o chefe de Estado convocou novamente os partidos com assento parlamentar para audiências em Belém, na sequência da apresentação da proposta de Orçamento do Estado para 2017.

Em 27 e 28 de junho, o Presidente da República recebeu os partidos representados na Assembleia Legislativa dos Açores, por imposição constitucional, no quadro da marcação da data das eleições nesta região autónoma.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.