Terceira

Manifestação no Alto das Covas pelo combate à violência doméstica

Manifestação no Alto das Covas pelo combate à violência doméstica

 

Miguel Bettencourt Mota   Regional   24 de Nov de 2017, 16:44

Para assinalar o Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres, está agendada uma concentração este sábado, às 18h30, para o largo do Alto das Covas, em Angra do Heroísmo, e vai decorrer suportada num manifesto que se ergue pelos direitos das mulheres e convoca também manifestações para as cidades de Lisboa, Porto, Coimbra e Leiria.

 

O documento pode ser subscrito em https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScbfFhMS9Vd2PUIQPHzWgGmItjGS7L-zu1WYYGVgr9AYYkNbw/viewform?usp=send_form, onde se protesta que "não obstante os progressos alcançados nas últimas décadas em matéria dos direitos das mulheres e da prevenção e combate à violência doméstica, persistem, em todo o Mundo e também em Portugal, verdadeiros atentados a esses mesmos direitos. Independentemente da idade, território de origem, nacionalidade, pertença étnico-cultural, estatuto económico, orientação sexual, género, condição física, mental e /ou sensorial, a experiência individual e coletiva das mulheres face a atos de violência patriarcal, é uma constante. Não há como negá-la!”.

No manifesto pode ainda ler-se que "a violência contra as mulheres é entendida como uma violação de direitos humanos e uma forma de discriminação contra as mulheres. É uma manifestação das relações de poder historicamente desiguais entre mulheres e homens, com uma natureza estrutural baseada na assimetria de género, sendo um dos mecanismos sociais e institucionais através dos quais as mulheres são mantidas numa posição de subordinação em relação aos homens, expondo-as a um maior risco de violência baseada no género”.





 



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.