Candidatura Ibérica

Madail contido nas declarações à chegada a Zurique

 Madail contido nas declarações à chegada a Zurique

 

Susete Rodrigues/Lusa   Futebol   1 de Dez de 2010, 20:43

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), Gilberto Madail, mostrou-se contido nas declarações à chegada a Zurique, Suíça, onde esta quinta-feira será conhecida a candidatura vencedora à organização do Mundial2018, ao qual concorrem Portugal e Espanha.

"Estamos moderadamente confiantes. Será uma grande alegria se ganharmos, mas não será uma grande desilusão se por acaso isso não acontecer, tendo em conta as outras candidaturas, que são bem fortes", afirmou Madail.

O presidente da FPF, que participou no jantar conjunto da Candidatura Ibérica, em Zurique, sublinhou que a Candidatura Ibérica "é aquela que oferece menos riscos e é a mais bem elaborada", embora tenha feito questão em referir: "Não quero estar otimista".

Em relação ao tema da sua recandidatura à presidência da FPF e se ela estaria relacionada com uma eventual vitória da Candidatura Ibérica, limitou-se a responder de forma irónica: "Está muita neve...".

O seleccionador nacional de futebol, Paulo Bento, mostrou-se mais otimista, referindo: "Quem parte para um intuito deste é com o objectivo de ganhar".

"Acredito que Portugal e Espanha, por aquilo que significa, pelo gosto pelo futebol e pelas condições que oferecem têm possibilidades de organizar um Mundial destes", acrescentou o selecionador.

O secretário de Estado do Desporto, Laurentino Dias, também marcou presença em Zurique, não escondendo também o seu otimismo numa eventual vitória da Candidatura Ibérica.

"Sinceramente, tenho a convicção de que Portugal e Espanha podem ganhar", afirmou, reiterando: "O essencial é que Portugal e Espanha juntos são uma candidatura forte".

Laurentino Dias aproveitou para sublinhar que a candidatura à organização do Mundial2018 não deve ser confundida com o que se passou no pós-Europeu de Portugal2004, com estádios que acabaram por não ter o melhor aproveitamento.

"Esta candidatura do Governo é pensada e consciente, porque este projeto pode trazer grandes benefícios para o país", rematou.

A Comissão Executiva da FIFA anuncia esta quinta-feira às 14h00 dos Açores a atribuição da organização dos Mundiais de 2018 e de 2022. 

A comitiva lusa integra o presidente da FPF, Gilberto Madail, e outros dirigentes, o secretário de Estado do Desporto, Laurentino Dias, e o presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais, Joaquim Evangelista.

Este anúncio será acompanhado pelos diversos canais portugueses entre eles a RTP1, SportTV1, e os canais de informação. Ao Mundial de 2018 concorrem as candidaturas conjuntas de Espanha e Portugal e da Bélgica e da Holanda, além da Inglaterra e da Rússia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.