IPMA eleva para laranja aviso para sete ilhas dos Açores devido à chuva

Regional /
pingos de chuva

1045 visualizações   

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) elevou hoje para laranja o aviso para sete ilhas dos Açores devido à previsão de chuva.
 

Segundo o IPMA, o aviso laranja vigora entre as 11:00 e as 20:00 locais (mais uma hora em Lisboa) para as ilhas do grupo central (Pico, São Jorge, Terceira, Graciosa e Faial). Nestas cinco ilhas, mantém-se o aviso amarelo para chuva até às 11:00, e para vento e trovoada até às 20h00. Já para o grupo ocidental, ilhas do Corvo e das Flores, o aviso laranja está em vigor até às 14:00 devido à previsão de precipitação, vigorando depois o aviso amarelo até às 17h00. Estas duas ilhas estão ainda sob aviso amarelo para vento e trovoada, igualmente até às 17h00. Para as ilhas do grupo oriental, São Miguel e Santa Maria, o IPMA emitiu, também, um aviso amarelo para chuva e vento a partir da tarde e até às 23h00. O aviso laranja é o segundo mais grave de uma escala de quatro e indica situação meteorológica de risco moderado a elevado. Já o aviso amarelo, o terceiro mais grave, indica situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica. Segundo a delegação regional dos Açores do IPMA, uma zona depressionária complexa está a provocar o agravamento do estado do tempo no arquipélago e, às 09:30 locais, estava a ser afetado o grupo ocidental, prevendo-se nas próximas horas que atinja, primeiro, o grupo central e, depois, o oriental. O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores recomendou entretanto medidas de autoproteção, como a consolidação de telhados, portas e janelas, o corte de árvores em risco de queda e a limpezas dos sistemas de drenagem. A Proteção Civil aconselha a que sejam guardados objetos soltos do jardim, o fecho de janelas e persianas, e que a população evite circular sem necessidade. “Ligue o rádio e fique atento às recomendações difundidas, não contribua para a divulgação de boatos, siga sempre as recomendações dos agentes das autoridades presentes”, são outras das recomendações da Proteção Civil dos Açores.