Investimento em sistema LED reduz custos da iluminação de Natal para 400 euros

Investimento em sistema LED reduz custos da iluminação de Natal para 400 euros

 

Lusa / AO online   Economia   3 de Dez de 2011, 12:29

A Câmara de Óbidos prevê gastar apenas 400 euros na iluminação de Natal da vila, na sequência da reconversão de todas as lâmpadas em LED, que permitem reduzir para cinco vezes menos os gastos de energia.

"Investimos na reconversão de toda a iluminação de Natal em LED e contamos gastar em energia apenas 400 euros durante todo o evento Vila Natal, enquanto que se fossem luzes convencionais gastaríamos 3.500 euros", disse à Lusa o administrador da empresa municipal Óbidos Património, José Parreira.

A diminuição dos custos de energia tem por base um investimento de 100 mil euros efetuado entre 2009 e 2010 na aquisição de um sistema de iluminação LED (sigla de ‘light emitting diode’, ou seja, diodo emissor de luz, sendo o diodo o tipo mais simples de semicondutor de corrente elétrica). Segundo o administrador, o sistema "tem um gasto de energia entre cinco a seis vezes inferior às lâmpadas tradicionais".

Além da poupança na fatura energética, o investimento permitiu já nos últimos dois anos reduzir as despesas de aluguer de iluminações de Natal, cujos custos rondariam os 50 mil euros anuais.

No total, 2,5 quilómetros de iluminação com "muitos milhares de LED" vão estar acesos na vila até 11 de janeiro, data do feriado municipal, simbolizando não apenas "a aposta na redução de custos" mas também a "componente ecológica da Vila Natal, que se assume cada vez mais como um evento amigo do ambiente", sublinhou José Parreira.

A iniciativa decorrerá na vila entre 08 de dezembro e 03 de janeiro de 2012.

O aluguer de uma pista de gelo de classe A (a mais alta eficiência energética numa escala que vai do A ao G), a separação de resíduos em todo o recinto do evento, a utilização das lonas promocionais na confeção de artigos reciclados comercializados na ‘gift shop’ (loja de presentes) de Óbidos e "o incentivo a que todos os pontos de venda utilizem materiais reutilizáveis" são alguns de exemplos da "preocupação ecológica" da empresa organizadora do certame.

A par disso, "temos incentivado a CP e a rodoviária a realizarem comboios e carreiras especiais durante o evento, convidando os visitantes a usarem o transporte público, reduzindo o número de carros na vila e o impacto ambiental ao nível de emissão de gases", acrescentou o responsável.

A redução das emissões de carbono e o incentivo às boas práticas ambientais "há vários anos que faz parte da agenda de Óbidos e, sobretudo nesta época do ano, em que há um grande aumento do consumo energético, consideramos importante sensibilizar os visitantes para este desígnio nacional de poupar recursos, não apenas em tempo de crise, mas como princípio", concluiu José Parreira.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.