Investigadores identificam forma de descobrir mais precocemente cancro do pulmão

Investigadores identificam forma de descobrir mais precocemente cancro do pulmão

 

Lusa/AO online   Ciência   16 de Abr de 2016, 16:55

Investigadores de Valência identificaram uma ligação metabólica que, através de uma simples análise de sangue e em apenas dez minutos, poderá diagnosticar de forma precoce um dos cancros do pulmão mais agressivos, o carcinoma pulmonar de pequenas células.

 

Uma vez que é um exame não evasivo e economicamente acessível, este teste diagnóstico poderá vir a ser utilizado pela população de risco (fumadores e ex-fumadores), revela a agência de notícias espanhola EFE.

A ligação metabólica, um conjunto de metabolitos que está presente em qualquer fluido biológico tal como o sangue ou a urina, é um reflexo do estado fisiológico do ser humano e muda em função da saúde do paciente e da resposta aos tratamentos.

Os investigadores conseguiram identificar cinco tipos diferentes de metabolitos, cuja composição varia consoante se trata de uma pessoa doente ou saudável, e outro conjunto de metabolitos que permite diferenciar estágios avançados e iniciais de cancro do pulmão.

O cancinoma do pulmão é responsável pela maioria das mortes por cancro entre os homens e um dos principais fatores que contribuem para a sua letalidade prende-se, precisamente, com a deteção tardia da doença.

O Centro de Investigação Princípe Felipe (CIPF), o Instituto de Investigação Sanitária La Fe e o Hospital Central de Valencia participaram nesta investigação, que foi agora publicada na revista Oncotarget.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.