INE estima desemprego de dezembro nos 10,2% e mantém taxa de 10,5% em novembro

INE estima desemprego de dezembro nos 10,2% e mantém taxa de 10,5% em novembro

 

Lusa/AO Online   Economia   30 de Jan de 2017, 09:49

A taxa de desemprego situou-se nos 10,2% em dezembro, segundo a estimativa provisória divulgada hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que manteve o valor de 10,5% para novembro, o mais baixo desde abril de 2009.

A estimativa provisória da população desempregada em dezembro foi de 519,5 mil pessoas e a da população empregada foi de 4,587 milhões de pessoas.

Em novembro de 2015, a taxa de desemprego situou-se nos 10,5%, menos 0,1 pontos percentuais face ao mês anterior (0,4 pontos percentuais face a três meses antes) e num valor igual à estimativa provisória divulgada há um mês.

“Constitui também o valor mais baixo observado desde abril de 2009 (10,3%)”, destaca o INE.

A estimativa definitiva da população desempregada de novembro foi de 537,7 mil pessoas, tendo diminuído 1,3% em relação ao mês precedente (menos 7,2 mil pessoas), enquanto a população empregada foi estimada em 4,581 milhões de pessoas, mantendo-se praticamente inalterada face ao mês anterior.

Em dezembro de 2015, a taxa de desemprego registada foi de 12,2%.

A taxa de desemprego das mulheres (10,3%) excedeu a dos homens (10,0%) em 0,3 pontos percentuais, tendo a primeira diminuído 0,2 pontos percentuais e a segunda 0,5 pontos percentuais.

A taxa de desemprego dos jovens situou-se em 26,4% e diminuiu 0,8 pontos percentuais em relação ao mês precedente, enquanto a dos adultos foi de 8,9% e diminuiu 0,3 pontos percentuais em relação ao mês de novembro.

Segundo o INE, a diminuição mensal da taxa de desemprego foi acompanhada por um decréscimo, tanto da população desempregada (1,2%, o equivalente a 6,3 mil pessoas), como da população empregada (0,2%, 9,1 mil pessoas).

Para a redução homóloga contribuiu a diminuição da população desempregada (14,3% ou 90,7 mil pessoas) e o aumento da população empregada (em 1,8%, correspondente a 82,7 mil pessoas).


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.