Imobiliário e construção representam mais de metade do crédito malparado


 

Lusa / AO online   Economia   19 de Ago de 2010, 18:33

Os sectores do imobiliário e da construção são responsáveis por 56,49 por cento do malparado nos empréstimos dos bancos portugueses às empresas, de acordo com os dados referentes a Junho esta quinta-feira divulgados pelo Banco de Portugal.
Em Junho de 2010, as empresas tinham 118.318 milhões de euros em empréstimos dos quais 5.174 milhões de euros são considerados de cobrança duvidosa.

Deste crédito malparado, 2.923 milhões de euros são de empresas do sector imobiliário e da construção, o equivalente a 56,49 por cento do total.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.