Ilha de Santa Maria aborda escalas técnicas com Governo açoriano na sexta-feira

Ilha de Santa Maria aborda escalas técnicas com Governo açoriano na sexta-feira

 

Lusa/AO online   Regional   8 de Abr de 2015, 17:47

Uma delegação do Conselho de Ilha de Santa Maria reúne-se na sexta-feira, em Ponta Delgada, com o presidente do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, para abordar a questão das escalas técnicas nos aeroportos da região.

 

"Fomos informados pela Presidência do Governo [Regional] que a reunião, por nós solicitada com carácter de urgência, decorrerá na sexta-feira, pelas 09:00 [mais uma hora no continente]", afirmou o presidente do Conselho de ilha de Santa Maria, Rui Arruda, em declarações à agência Lusa.

Em março, o Governo Regional dos Açores pediu ao Ministério da Defesa e à ANA para tomarem as "medidas necessárias" que permitam escalas técnicas noturnas de voos nos aeroportos das Lajes (ilha Terceira) e de Santa Maria.

Esta iniciativa do executivo regional motivou protestos em Santa Maria, com a câmara municipal da ilha (Vila do Porto) e o Conselho de Ilha a sublinharem que o aeroporto mariense não pode deixar de ser o aeroporto de referência nos Açores para as escalas técnicas.

"Está definido por legislação regional que o aeroporto de referência nos Açores para as escalas técnicas é o aeroporto mariense. Não abdicamos do que está definido por lei", disse Rui Arruda, alertando que "qualquer coisa que altere isso porá em risco a débil economia da ilha de Santa Maria".

As preocupações do Conselho de Ilha já foram manifestadas a Vasco Cordeiro num documento enviado em fevereiro, mas perante a falta de uma resposta decidiram solicitar em março uma reunião com carácter de urgência com o chefe do executivo açoriano.

"Esperamos sair desse encontro na sexta-feira com a certeza de que Santa Maria continuará a ter o principal aeroporto açoriano de referência para as escalas técnicas no arquipélago", afirmou o presidente do Conselho de Ilha de Santa Maria.

Rui Arruda precisou que Santa Maria não pede "nada das outras ilhas", mas também não aceita "que tirem de Santa Maria para dar a outra ilha".

A solicitação do executivo açoriano à ANA e ao Ministério da Defesa tem em consideração a emissão pela NAV Portugal (prestador de serviço de tráfego aéreo), no mês passado, de duas NOTAM (informação aeronáutica) que levantam as restrições de voo entre a meia-noite e as 06:00 nestes dois aeroportos do arquipélago.

Por outro lado, em janeiro, o executivo açoriano apresentou o plano de revitalização económica da ilha Terceira, que contempla um conjunto de medidas para tentar minimizar o impacto da redução do contingente dos Estados Unidos nas Lajes. Entre essas medidas está a redução em 50%, pelo Governo dos Açores, das taxas aeroportuárias da aerogare civil das Lajes, incluindo as taxas de assistência em escala.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.