Hoteis açorianos ultrapassam um milhão de dormidas em Outubro


 

Lusa/AO online   Regional   12 de Dez de 2007, 16:05

As unidades hoteleiras dos Açores ultrapassaram um milhão de dormidas em Outubro, o que representa um crescimento de 1,6 por cento em relação aos primeiros dez meses de 2006, anunciou  o Serviço Regional de Estatística.
    Segundo os dados do SREA, de Janeiro a Outubro deste ano, foram registadas um total de 1.096 mil dormidas nos hotéis, apartamentos turísticos, pousadas, pensões e estalagens, com uma taxa de ocupação por cama de 43,9 por cento.

    Em Outubro, as dormidas nos estabelecimentos hoteleiros ascenderam a cerca de 106 mil, o que representa um decréscimo de 4,4 por cento em relação ao mesmo mês de 2006.

    Os dados do Serviço Regional de Estatística indicam ainda que, nos primeiros dez meses do ano, os maiores aumentos no número de dormidas se verificaram nas ilhas de Santa Maria (16,6 por cento) e Terceira (14,1 por cento).

    Em contrapartida, as Flores (22,8 por cento), Graciosa (12,3) e Pico (10,3) foram as ilhas que apresentaram decréscimos homólogos acumulados neste indicador da actividade turística, enquanto que São Miguel, a maior do arquipélago, registou uma variação positiva de 0,3 por cento.

    São Miguel concentrou, ainda, 71,1 por cento do total de dormidas, seguindo-se a Terceira (13 por cento) e o Faial (7,9), referem os dados oficiais do SREA.

    De Janeiro a Outubro, os residentes em Portugal foram responsáveis por cerca de 488 mil dormidas nos Açores, enquanto que os estrangeiros representaram as restantes 611 mil.

    Os proveitos nos estabelecimentos hoteleiros do arquipélago atingiram os 50 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 2,8 por cento, enquanto que o rendimento médio por quarto atingiu os 29,6 euros.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.