Hospital do Divino sem resposta para alargamento da Pediatria


 

AO Online   Regional   11 de Jun de 2010, 17:30

Os actuais Serviços de Pediatria do Hospital do Divino Espírito Santo (HDES), em Ponta Delgada não têm qualquer capacidade de resposta a um eventual alargamento da idade pediátrica até aos 18 anos de idade do utente, tal como propôs recentemente a Ministra da Saúde.
Quem o diz é o próprio director do referido Serviço do HDES, em declarações feitas à margem dos trabalhos das 1ªs Jornadas Açorianas de Pediatria, que entre ontem e hoje decorrem numa unidade hoteleira de Ponta Delgada. Conforme Pereira Duarte, “os serviços à minha responsabilidade não têm capacidade de resposta para o alargamento da idade pediátrica. Os recursos existentes são limitados, apesar de sermos 12 especialistas. Somos o único hospital da Região com uma unidade de cuidados intensivos neo-natais que absorve desde logo seis dos nossos pediatras. E temos os outros seis que funcionam na urgência de Pediatria que funciona 24 horas por dia. Por outro lado, o pediatra destinado à idade dos 18 anos é um profissional muito mais diferenciado, com uma mistura de psiquiatra, pedo-psiquiatra, de doenças sexualmente transmissíveis e que terá de ter instalações próprias. É portanto uma medida que deve esperar”.

Leia a notícia na íntegra na edição de hoje do Açoriano Oriental.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.