Hillary Clinton chama "asqueroso" a Trump em novo livro de memórias

Hillary Clinton chama "asqueroso" a Trump em novo livro de memórias

 

Lusa/AO online   Internacional   23 de Ago de 2017, 18:10

A ex-candidata presidencial democrata Hillary Clinton classificou o rival republicano, Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como "um asqueroso" e sublinhou que a sua pele se eriçou quando este se colocou atrás dela num debate presidencial de 2016.

"Foi incrivelmente incómodo. Estava literalmente a respirar no meu colo. A minha pele eriçou-se. Foi um daqueles momentos que desejas carregar no botão de pausa e perguntar a toda a gente -- o que faria você?", escreve no novo livro de memórias "O que Aconteceu", sobre a campanha eleitoral do ano passado.

O programa "Morning Joe" da MSNBC divulgou hoje extratos da versão em áudio do livro, lidos pela própria Clinton.

"Manténs-te calma, continuas a sorrir como se não estivesse a invadir repetidamente o teu espaço? Ou viras-te, olha-lo nos olhos e dizes-lhe alto e bom som: chega-te para trás, asqueroso. Afasta-te de mim, se te agrada intimidar as mulheres, a mim não podes intimidar", acrescentou a também ex-secretária de Estado.

Clinton referiu-se assim a um dos momentos mais comentados do segundo debate presidencial em Saint Louis (Missouri) em outubro de 2016, no qual Trump se aproximou várias vezes da rival enquanto esta fazia a sua intervenção.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.