Hélio Carreiro é o novo presidente da AJAM


 

Luísa Couto   Regional   17 de Abr de 2010, 16:24

Hélio Carreiro é quem sucede a Vergílio Oliveira na presidência da Associação de Jovens Agricultores Micaelenses (AJAM)

O jovem técnico de inseminação artificial da AJAM, que liderava a lista A, reuniu 97 votos dos 168 que se dirigiram às urnas.

A lista B, encabeçada por Luís Viveiros, empresário agrícola de 32 anos, natural das Capelas, ficou-se pelos 69 votos, numa eleição em que apenas se registaram dois votos nulos.

Uma afluência às urnas que muito agrada ao presidente eleito da AJAM, entidade que apesar de ter mais de 500 associados para estas eleições apenas pôde contar com cerca de duas centenas de votantes por serem os que apresentam idade inferior a 40 anos. “Apesar de estarmos a viver tempos menos positivos, é sempre bom ver assim tantos jovens empenhados em levar a agricultura em frente”, destacava Hélio Carreiro ontem em declarações à rádio Açores/TSF.

Para o novo dirigente associativo, o tempo agora é de preparar trabalho e orientar objectivos com “uma equipa nova e dinâmica, mas ao mesmo tempo responsável e madura”.

“A equipa que se candidatou tem como objectivo dinamizar todos os serviços existentes mas também tentar inovar e apostar na formação profissional”, indica Hélio Carreiro.

Atendendo à actual conjuntura económica e aos tempos difíceis que o sector atravessa, o novo líder dos jovens agricultores micaelenses centra ainda atenções nos rendimentos dos produtores.

“É preciso trabalhar bastante a vertente dos custos de produção e fazer com que os mesmos baixem, por forma a regularizar e assim rentabilizar o rendimento do produtor no final do mês”.

Quanto à tentativa de impugnação da lista com que se apresentou a sufrágio, Hélio Carreiro opta por não comentar.

“Não vou responder a isso concretamente até porque o próprio presidente da Assembleia já o fez. Além disso, os sócios também responderam a isso na sua votação. Por tudo isso, acho que o assunto está resolvido”.

Leia esta notícia na íntegra no jornal Açoriano Oriental de sábado,
Dia 17 de Abril de 2010


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.