"Há em Ponta Delgada comércio chinês a mais"

Carregando o video...

 

Paulo Simões / Rui Jorge Cabral   Regional   27 de Dez de 2010, 07:30

Empresário, membro dos Lions, Edmundo Lima diz que o grande centro comercial de Ponta Delgada é o comércio tradicional, mas teme os efeitos da crise e não poupa críticas ao comércio chinês.

Como vê a concorrência do Parque Atlântico?

Devo dizer que o Parque Atlântico só tem vantagem sobre o comércio tradicional de Ponta delgada no parque de estacionamento, porque na realidade o grande centro comercial da ilha de São Miguel é o comércio tradicional do centro de Ponta Delgada, com as suas lojas reunidas.

E em relação às superfícies comerciais chinesas?

Existe em Ponta Delgada comércio chinês a mais, fruto da globalização que vem prejudicar o comércio tradicional, apesar dos produtos não serem os mesmos e apesar de muitas pessoas saberem fazer essa distinção.

Mas também há os que vão às lojas chinesas ‘às escondidas’...

Há muita gente que vai comprar às lojas chinesas e não quer ser vista... De alguma forma, penso que em Ponta Delgada se deveria fazer como na Madeira e limitar a abertura de mais lojas chinesas.

Uma medida que pode ser considerada xenófoba...

Não a vejo como tal, além de que me admira como é que há empresários chineses que conseguem pagar ‘balúrdios’ de renda por espaços comerciais em Ponta Delgada e viver só do comércio. Algum apoio tem de haver por trás...

Já colocou esta questão à Câmara do Comércio?

Sim, mas só as entidades políticas podem fazer alguma coisa em relação a isso.*

*Leia a entrevista na íntegra no jornal Açoriano Oriental de segunda-feira, 27 de Dezembro de 2010.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.