Governo dos Açores prevê aumentar investimento público em 7% em 2015

Governo dos Açores prevê aumentar investimento público em 7% em 2015

 

Lusa/AO Online   Regional   29 de Set de 2014, 17:28

O investimento público nos Açores vai rondar os 700 milhões de euros em 2015, mais sete por cento do que o previsto nos documentos orçamentais da região para este ano, revelou esta segunda-feira o presidente do Governo Regional.

 

Segundo Vasco Cordeiro, a proposta de plano de investimento anual que o Governo dos Açores vai aprovar hoje contempla um "reforço" do investimento público em 2015 "na ordem dos 50 milhões de euros" em relação aos 656 milhões que foram aprovados para este ano.

O presidente do executivo regional falava aos jornalistas em Ponta Delgada, à entrada para a reunião do Conselho do Governo que vai aprovar a anteproposta de Plano para 2015, que será apresentada aos parceiros sociais na terça-feira.

O plano de investimentos anual e o orçamento regional constituem os documentos orçamentais que serão depois submetidos ao parlamento dos Açores, para debate e aprovação, previsivelmente, em novembro.

Vasco Cordeiro salientou que, para além do reforço global do investimento público nos Açores em 2015, haverá também um aumento das verbas em todas as nove ilhas do arquipélago.

Quanto às "áreas mais significativas desse reforço de investimento", destacou a "qualificação dos açorianos", com um aumento de cerca de 10 milhões de euros, destinados não só a melhorar o parque escolar, mas também a "projetos pedagógicos", como "aquele que diz respeito ao combate ao insucesso e ao abandono escolar precoce".

As verbas públicas destinadas aos projetos pedagógicos aumentam de 150 mil euros em 2014 para cerca de dois milhões no próximo ano.

Outras áreas de reforço de verbas são a da "competitividade das empresas" e "políticas geradoras de emprego" (mais 12 milhões de euros), solidariedade social (mais 4,5 milhões de euros), ciência (aumento de 70%, para cerca de 2 milhões de euros), promoção e desenvolvimento turístico (mais 4 milhões) e agricultura (aumento superior a três milhões de euros).

Neste último caso, trata-se, segundo Vasco Cordeiro, de um aumento de investimento com "um significado mais profundo", já que foram concluídos em 2014 "alguns investimentos muito significativos", como é o caso do parque de exposições de São Miguel.

A gestão dos recursos financeiros disponíveis por parte do Governo açoriano visa, segundo o presidente do executivo, "não só acudir às necessidades", mas sobretudo criar as "condições para haver um efeito reprodutivo" do investimento.

Questionado sobre se o aumento do investimento público resulta de um aumento das receitas previstas para 2015, respondeu que "resulta de uma gestão muito criteriosa" dos recursos financeiros da região, "permitindo libertar recursos de umas áreas para outras".

 

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.