Governo dos Açores atribui apoio extraordinário de 3,3 milhões de euros aos produtores de leite

Governo dos Açores atribui apoio extraordinário de 3,3 milhões de euros aos produtores de leite

 

Lusa / AO online   Regional   3 de Jan de 2016, 18:40

O Governo Regional dos Açores anunciou hoje que vai conceder em janeiro um apoio extraordinário de 45 euros por animal a cerca de 87% dos produtores de leite do arquipélago, num total de 3,3 milhões de euros.

 

"Este apoio, relativo ao último ano, é extensivo a 2016 e integra o pacote de medidas determinadas pelo executivo regional face aos efeitos negativos do prolongamento do embargo russo e da recessão dos mercados emergentes nos preços pagos à produção em toda a Europa", frisou a secretaria regional da Agricultura e Ambiente, numa nota publicada pelo Gabinete de Apoio à Comunicação Social do Governo Regional.

Segundo o executivo açoriano, o apoio orçado em 3,3 milhões de euros é suportado pelo orçamento regional, não tendo implicações nas dotações das ajudas do POSEI, programa de apoio comunitário específico para as regiões ultraperiféricas (RUP) como os Açores.

No orçamento regional para 2016, as verbas destinadas à agricultura foram reforçadas em cerca de 12 milhões de euros.

A secretaria regional da Agricultura e Ambiente salientou, na mesma nota, que vai aplicar em 2016 um programa de reestruturação do setor leiteiro, que permite "a saída condigna aos produtores que, eventualmente, pretendam deixar atividade, contribuindo para o rejuvenescimento do setor e emparcelamento das explorações e, por esta via, para o aumento da sua competitividade".

A tutela adiantou ainda que será disponibilizada aos agricultores "uma linha de crédito semelhante à que existiu com a designação de SAFIAGRI, para alivar os custos financeiros decorrentes de empréstimos bancários já contraídos para investimento na modernização e inovação das explorações".

O executivo açoriano frisou também que vai "reforçar a procura de novos mercados para os lacticínios dos Açores", acrescentando que as negociações com o Canadá e com o Irão são os dois processos que estão "mais avançados".

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.