Orçamento

Governo corta nas despesas para poder apoiar famílias e empresas

Governo corta nas despesas para poder apoiar famílias e empresas

 

Lusa/AO online   Regional   2 de Nov de 2010, 17:07

O Governo Regional dos Açores prometeu esta terça-feira manter manter em 2011 o nível de investimento público sem afectar o apoio às famílias e às empresas, graças às poupanças nas despesas de funcionamento e nos investimentos "menos prioritários".
A 'receita' foi dada esta terça-feira pelo vice-presidente do executivo regional, Sérgio Ávila, numa conferência de imprensa na Horta depois de ter entregue no parlamento as propostas de Plano e Orçamento para 2011.

“Do lado da despesa, reduzimos de forma significativa as despesas correntes, com particular incidência na aquisição de bens e serviços correntes e na aquisição de bens de capital”, afirmou, acrescentando que, simultaneamente, o governo regional decidiu adiar “investimentos menos prioritários” para poder “acentuar os apoios às famílias e às empresas”.

Desta forma, o executivo açoriano conseguiu criar um pacote de apoios que abrangem idosos, famílias e empresas, já anunciado pelo presidente do governo, Carlos César, e que visa ajudar a combater os efeitos das medidas de austeridade impostas pelo Governo da República.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.