GNR levanta 116 autos de contraordenação em três dias nos Açores

Regional /
GNR

3765 visualizações   

A GNR levantou 116 autos de contraordenação nos Açores em três dias, no âmbito de ações de fiscalização a resíduos e ao bem-estar animal, anunciou hoje esta força de segurança.
 

 

Em comunicado, a GNR informou que, durante a operação, que decorreu de terça a quinta-feira, “foram efetuadas 100 ações de fiscalização de que resultaram 116 autos de contraordenação”, sendo que 42 são relativos a resíduos e substâncias perigosas, e 43 a controlos sanitários em animais de companhia.

Segundo a GNR, há ainda a registar o levantamento de 29 autos, onde se incluem contraordenações relativas a posturas municipais e ao Código da Estrada.

O relações públicas da GNR nos Açores, Pedro Rosa, disse à agência Lusa que, no âmbito dos resíduos, a fiscalização, direcionada para oficinas, as infrações detetadas prendem-se com o tratamento de óleos, a existência de resíduos como pneus e motores em contacto com o solo e a falta de licenciamento.

Já no que diz respeito ao bem-estar animal, os autos referem-se à ausência de registos e vacinação, ou condições higienossanitárias dos animais de companhia.

“No decurso das ações há, ainda, a registar uma detenção, na ilha de São Jorge por resistência e coação”, adiantou Pedro Rosa.

O responsável referiu que São Miguel, a maior ilha do arquipélago, teve o mais elevado número de autos, seguindo-se Flores, Pico e Santa Maria.

“Estas ações de fiscalização envolveram cerca de 50 militares nas nove ilhas, sendo que foram destacados militares do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente para ilhas onde os postos da GNR não têm esta valência”, referiu o relações públicas.