Genuíno Madruga passa o ano na Argentina

Genuíno Madruga passa o ano na Argentina

 

Lusa / AO Online   Regional   31 de Dez de 2007, 15:16

O velejador açoriano Genuíno Madruga, que está a fazer uma viagem de circum-navegação em solitário, vai passar o ano em Buenos Aires, na Argentina, antes de partir, nos primeiros dias de Janeiro, rumo ao Cabo Horn.
    O pescador natural da ilha do Pico vai festejar a chegada do Ano Novo com a comunidade portuguesa radicada na Argentina, país de que guarda boas recordações, como realçou hoje uma fonte da sua equipa de apoio.

    “Quando na Europa e América do Norte se celebra o Natal em pleno e rigoroso Inverno, aqui temos Verão com muito sol e calor”, escreveu o velejador açoriano no seu diário de bordo, sublinhando ainda que, na Argentina, “não há a tradição portuguesa do bacalhau na noite de Natal”, mas sim a carne de porco ou de vaca.

    Segundo a equipa de apoio da segunda viagem à volta do Mundo de Genuíno Madruga, o pescador deverá partir, provavelmente, já a 02 de Janeiro rumo ao extremo sul da América, para tentar o seu maior desafio, atravessar o mítico Cabo Horn, no Chile.

    Até lá, o velejador terá ainda duas a três semanas de viagem, numa zona do globo bastante instável, onde surgem ventos súbitos, com rajadas que podem atingir os 150 quilómetros por hora.

    A travessia do Cabo Horn, o extremo da América do Sul, é um dos locais mais difíceis de navegar em todo o mundo, devido às correntes e ventos que sopram todo o ano no sentido Oeste-Este.

    Além disso, as temperaturas no Verão rondam, no local, os 0-2 graus e os icebergs constituem um dos principais perigos destas águas.

    A passagem deste cabo, para o qual Genuíno Madruga reforçou especialmente a sua embarcação - o “Hemingway” - só deverá ocorrer no final de Janeiro.

    Se tudo correr bem, após a passagem do Cabo Horn, Genuíno Madruga vai subir a costa do Chile para depois atravessar o Pacífico, rumo a uma imensidão de ilhas, começando pela Páscoa, Polinésia Francesa, Fiji, Samoa, Ilhas Salomão, Marquesas, Austrália, Timor, Indonésia, Maurícias e Madagáscar.

    O velejador açoriano, que iniciou esta segunda viagem à volta do mundo em Maio de 2007 no porto das Lajes do Pico (Açores), prevê regressar à sua terra natal em Maio de 2009.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.