Gaspar Castelo-Branco condecorado a título póstumo


 

Lusa/AO online   Nacional   15 de Fev de 2016, 17:43

O Presidente da República condecorou a título póstumo Gaspar Castelo-Branco, antigo diretor-geral dos Serviços Prisionais, assassinado há 30 anos por um comando das FP 25 de Abril.

 

De acordo com uma nota divulgada esta tarde no ‘site' da Presidência da República, Gaspar Castelo-Branco "em representação da família, presente na cerimónia de agraciamento, recebeu as insígnias da Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique a viúva do homenageado, Maria Isabel Castelo-Branco".

A Ordem do Infante D. Henrique "destina-se a distinguir quem houver prestado serviços relevantes a Portugal, no país e no estrangeiro, assim como serviços na expansão da cultura portuguesa ou para conhecimento de Portugal, da sua História e dos seus valores".

Gaspar Trigo de Castelo-Branco foi assassinado à porta de casa por um comando das FP 25 de Abril no dia 15 de fevereiro de 1986.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.