OE2011

Freguesias não aceitam corte de 8,6% nas transferências


 

Lusa/AO online   Economia   20 de Out de 2010, 19:59

A Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE) opôs-se quarta-feira a um corte nas transferências do Estado de 8,6 por cento, conforme previsto na proposta do Orçamento do Estado 2011, aceitando, “no limite”, um corte de cinco por cento.
Numa reunião que decorreu hoje em Lisboa, o Conselho Directivo da Associação Nacional de Freguesias concluiu que a proposta do Orçamento do Estado para 2011 prevê que as freguesias "irão sofrer nas transferências do fundo de financiamento das freguesias (FFF) um decréscimo global de 8,6 por cento".

Para a ANAFRE, trata-se de um corte "especialmente penalizador", pelo que exige que ”a nenhuma das freguesias de menor dimensão sejam atribuídos por via das transferências do FFF menos de 25 mil euros" em 2011.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.