Francisco Assis diz que relatório não demonstra acusações feitas ao primeiro ministro

Francisco Assis diz que relatório não demonstra acusações feitas ao primeiro ministro

 

Lusa/AO Online   Nacional   11 de Jun de 2010, 18:37

O líder parlamentar do PS disse hoje que a proposta de relatório da comissão de inquérito à tentativa de compra da TVI evidencia que “quem se empenhou numa campanha caluniosa contra o primeiro ministro não foi capaz de demonstrar essas acusações”.

“O que fica muito claro é que mesmo os que se empenharam em lançar esta campanha caluniosa contra o primeiro ministro e contra o PS não são capazes de sustentar com rigor essas acusações”, disse Francisco Assis numa declaração no final da reunião da comissão parlamentar onde o deputado do bloco de esquerda apresentou a proposta de relatório .

Francisco Assis adiantou que não foi possível provar as acusações porque nunca existiram.

“Como sempre dissemos o governo não desenvolveu nenhuma iniciativa para controlar a TVI e o primeiro ministro não mentiu ao parlamento”, frisou.

A proposta de relatório elaborada pelo deputado do bloco de esquerda João Semedo, hoje divulgada na reunião da comissão, dá como adquirido que José Sócrates tinha conhecimento do negócio quando disse na Assembleia da República que não sabia e, para o provar, aponta, entre outros elementos, as próprias respostas do primeiro ministro à comissão de inquérito.

O mesmo documento conclui que o negócio teve “a perspetiva” de alteração da linha editorial daquela estação e destaca o “papel proeminente” e as ligações políticas do ex-administrador Rui Pedro Soares.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.