Mundiais 2018/2022

FIFA quer "provas" de alegada corrupção envolvendo Portugal

FIFA quer "provas" de alegada corrupção envolvendo Portugal

 

Lusa/AO online   Futebol   25 de Out de 2010, 11:33

A FIFA quer as “potenciais provas” de corrupção nas candidaturas ao Mundiais de 2018 e 2022, após o antigo secretário geral Michel Zen-Ruffinen ter dito que Espanha/Portugal e Qatar negociaram votos, refere esta segunda-feira a agência Associated Press.
O antigo secretário-geral da FIFA foi filmado através de uma câmara escondida por dois jornalistas do Sunday Times, aos quais disse que as candidaturas de Espanha-Portugal e Qatar fecharam um acordo, em que cada um receberia sete votos dos 24 membros do comité executivo.

Portugal e Espanha concorrem à organização do Mundial de 2018, enquanto o Qatar pretende acolher o campeonato em 2022, e cada candidatura necessita de 13 votos para garantir a organização da prova.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.