Cuba

Fidel Castro assume-se como conselheiro do governo do seu irmão Raul


 

Lusa / AO online   Internacional   10 de Ago de 2010, 11:48

O líder comunista cubano Fidel Castro assegurou que a sua “tarefa” é agora “dizer coisas para que cada um decida”, numa alusão ao governo do seu irmão e sucessor Raul, durante uma entrevista divulgada segunda-feira na televisão cubana.
Questionado domingo por jornalistas venezuelanos no Palácio da Revolução, sede da presidência, sobre as repercussões que teria sobre a relação com Washington uma eventual amnistia para os cinco espiões cubanos detidos nos Estados Unidos desde 1998, o antigo presidente respondeu: “Não me preocupo com isso. Esqueço isso”.

“Essa não é a minha tarefa, a minha é dizer as coisas para que cada um decida. Devem compreender que os camaradas não são pessoas que devo comandar e o que quero é que pensem”, prosseguiu Castro, que completará 84 anos na sexta-feira.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.