Liga Zon Sagres

FC Porto vistoso goleou União de Leiria

FC Porto vistoso goleou União de Leiria

 

Lusa/AOnline   Futebol   25 de Out de 2010, 21:28

Com uma exibição vistosa e consistente, o FC Porto goleou a União de Leiria por 5-1, recuperando os sete pontos de vantagem para o campeão Benfica, cumpridas oito jornadas da Liga de futebol.

Hulk (14 e 19 minutos), Varela (37) e Falcao (50 e 75) materializaram em golos o desempenho dominador dos “dragões”, perante uma União de Leiria que só esboçou algum futebol depois de estar a ser goleada e que fez o tento de honra por Carlão (73), de penalti.

O FC Porto revelou estar cada vez mais sólido, harmonioso e ambicioso, enquanto os leirienses precisam de bem melhor se quiserem lutar por um lugar nas competições da UEFA.

Os pupilos de André Villas-Boas revelaram fome invulgar de resolver cedo, imprimindo uma dinâmica de jogo que deixou a União de Leiria atordoada, sem saber como acorrer aos vários fogos na sua área.

Das primeiras ameaças, destaca-se a de Falcao (09 minutos), que, à entrada da área, atirou à meia volta, mas a bola foi devolvida pelo poste esquerdo.

A velocidade e pressão constantes anunciavam o golo, que chegou num dos mais belos lances, concluído com a desmarcação de Rúben Micael (14 minutos) para Hulk, com o avançado brasileiro a picar a bola para um vistoso “chapéu”.

Os leirienses ainda digeriam o primeiro quando Hulk (19 minutos) isolou Falcao e correu a acompanhar o lance, concluindo-o tranquilamente após passe fatal do colombiano, no que foi o seu oitavo golo na Liga.

Os “dragões” baixaram então a intensidade, mas mantendo domínio total: os forasteiros não incomodaram Helton.

Aos 37 minutos, João Moutinho marcou rápido um livre, estilo canto curto, e Varela trocou as voltas ao seu marcador direto até fuzilar para o terceiro.

Após o intervalo tudo foi mais calmo, até porque os “azuis e brancos” chegaram rapidamente ao quarto, em voo de Falcao (50 minutos), após centro da esquerda de Álvaro Pereira.

Pedro Caixinha ainda viu o Leiria amenizar o prejuízo, com penalti convertido pelo suplente Carlão (73 minutos), mas Falcao (76) “bisou” após lance de entendimento com Hulk, com um remate de fora da área, estabelecendo o resultado final.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.