Liga Europa

Falcao marca três na neve de Viena e garante primeiro lugar

 Falcao marca três na neve de Viena e garante primeiro lugar

 

Lusa/AOnline   Futebol   2 de Dez de 2010, 18:32

O FC Porto confirmou o primeiro lugar do Grupo L da Liga Europa de futebol com um triunfo por 3-1 sobre o Rapid na neve de Viena, com um "hat-trick" de Radamel Falcao, na quinta jornada

No relvado “branco” do Estádio Ernst-Happel, o avançado colombiano, que subiu assim à liderança da lista dos melhores marcadores da prova com sete golos, “faturou” aos 42, 85 e 88 minutos e garantiu o topo do Grupo L aos “dragões”, que assim se mantêm como a única equipa invicta dos principais campeonatos europeus.

O FC Porto, que antes da partida na capital austríaca já tinha a qualificação garantida, soma agora 13 pontos, mais três do que o Besiktas, mas com vantagem no confronto directo com os turcos, que confirmaram também a passagem à próxima ronda.

Num palco onde o FC Porto levantou a sua primeira Taça dos Campeões, em 1987, o técnico André Villas-Boas teve o seu primeiro contratempo ainda antes de iniciar a partida quando foi obrigado a colocar o guarda-redes brasileiro Helton no “onze” no lugar de Beto, que estava escalado na equipa titular, mas que sofreu uma lesão no aquecimento.

Com os termómetros a rondarem os zero graus e o relvado praticamente revestido de neve, o treinador portista foi obrigado a mexer novamente na equipa aos 16 minutos, colocando Guarin no lugar do lesionado Fernando, mas, mesmo assim, a equipa portuguesa protagonizou as melhores oportunidade por Falcao (25), Hulk (33) e Varela (38).

Contra a corrente de jogo, o Rapid Viena, que usava e abusava do jogo direto para os seus avançados, aproveitou um erro de Helton e colocou-se em vantagem, aos 38 minutos, por Trimmel.

O FC Porto respondeu de seguida e fez o precioso tento da igualdade ainda antes do intervalo, por Falcao, que, isolado frente Hedl, não perdoou.

A segunda parte foi bastante mais fraca, com o jogo a ser muito disputado a meio campo e só aos 77 minutos se assistiu a um lance de perigo, com um defesa austríaco a negar um golo certo a Rolando, com um corte em cima da linha de baliza.

O lance reavivou o FC Porto que, em apenas três minutos, resolveu a partida pelo seu avançado principal, aos 85 e 88 minutos, em dois lances que Falcao apareceu no sítio certo para encostar para as redes de um desamparado guarda-redes do Rapid Viena.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.