Exército do Líbano anuncia início de ofensiva para expulsar EI do leste do país

Exército do Líbano anuncia início de ofensiva para expulsar EI do leste do país

 

Lusa / AO online   Internacional   19 de Ago de 2017, 11:35

O exército do Líbano anunciou hoje de manhã o início da sua ofensiva para expulsar o grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) do leste do país, perto da fronteira síria, onde se instalou há vários anos.


"Em nome do Líbano, em nome dos soldados libaneses raptados, em nome dos mártires do exército, anuncio que a operação 'Amanhecer do Jouroud' começou", declarou o chefe do exército, o general Joseph Aoun.

Na segunda-feira, os últimos rebeldes sírios presentes na região montanhosa foram retirados para a Síria, na sequência de um acordo com os adversários do movimento xiita libanês Hezbollah.

Falta ainda expulsar os 'jihadistas' do EI, contra os quais o exército agora lançou esta ofensiva.

O Hezbollah, que apoia militarmente o regime do Presidente Bashar al-Assad, na Síria, iniciou no mês passado uma ofensiva para erradicar totalmente da região de Jouroud Aarsal a presença de 'jihadistas' anteriormente ligados à Al-Qaida e de rebeldes sírios.

A região de Jouroud Aarsal foi utilizada como refúgio por combatentes sírios anti-regime e como abrigo para um número indeterminado de refugiados em fuga aos combates na Síria.

Ao fim de seis dias de combates, ocorreu um cessar-fogo após o qual um primeiro contingente de 8.000 pessoas, na maioria refugiados mas também 'jihadistas', foi retirado da zona e encaminhado para a Síria.

Segundo o líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, o EI controlava uma zona estimada de cerca de 300 quilómetros quadrados na fronteira entre o Líbano e a Síria, dos quais cerca de 140 quilómetros quadrados no Líbano.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.