Euro/Crise

Europa vive a sua "hora da verdade"

Europa vive a sua "hora da verdade"

 

Lusa/AO online   Economia   15 de Nov de 2011, 14:55

O presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, apelou aos esforços dos Estados-membros da União Europeia (UE) para fazer face à crise da dívida soberana, definindo o actual momento como a "hora da verdade" para a Europa.
"Temos de lutar pela nossa economia, pela união monetária, a nossa segurança social, e o lugar da Europa no mundo", declarou Rompuy em Bruxelas, num evento organizado pelo 'think tank' Lisbon Council.

Definindo os actuais desafios da Europa como "sérios e complexos", o presidente do Conselho sublinhou, no entanto, que o restaurar da confiança na economia é uma "responsabilidade global": os EUA, disse, têm de reduzir o seu défice, e a China tem de estimular a sua procura interna, por exemplo.

Falando em concreto sobre a Zona Euro, Rompoy advertiu para a necessidade de encontrar um "balanço certo" entre as medidas de austeridade e os estímulos ao crescimento económico.

"A desaceleração do crescimento económico na zona euro não se deve às medidas de consolidação orçamental. Tem também que ver com a restrição de crédito e a falta de confiança dos consumidores, bem como dos investidores", sustentou o presidente do Conselho Europeu.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.