Euro-região Norte de Portugal-Galiza quer ser 'cluster' transfronteiriço de biotecnologia


 

Lusa/AO online   Economia   27 de Set de 2014, 16:25

O BICMINHO e o Governo Regional da Galiza/Xunta da Galiza querem criar na euro-região Norte de Portugal-Galiza um "cluster" transfronteiriço no setor da biotecnologia para atrair empresas e investidores nesta área de negócio.

 

Segundo fonte do BICMINHO - Centro Europeu de Empresas e Inovação, as duas entidades assinaram um “acordo de compromisso” para criação deste pólo durante o 7.º Encontro Internacional de Biotecnologia BIOSPAIN 2014, que decorreu de quarta a sexta-feira em Santiago de Compostela.

O que se pretende é “definir estratégias conjuntas de atuação e concertar ações a realizar nos próximos meses para consolidar o desenvolvimento sustentado do lançamento deste ‘cluster’ transfronteiriço no setor da biotecnologia, que se espera vir a concretizar-se em 2016”.

Neste sentido, o BICMINHO e a Xunta da Galiza pretendem arrancar já em outubro com o que designam de Bio Investor Program Transfronteiriço, uma iniciativa destinada a “formar e assegurar assessoria técnica especializada no desenvolvimento do plano de negócios a 10 projetos biotecnológicos da euro-região”.

O objetivo, refere o BICMINHO em comunicado, é “facilitar aos empreendedores e ‘start-ups’ o acesso à captação de financiamento, fundamentalmente do setor privado, mediante a apresentação do seu projeto a um conjunto de investidores, portugueses e galegos, sob a forma de ‘networking’.

Segundo salienta, a euro-região Norte de Portugal-Galiza, e o Minho em particular, apresenta “excelentes condições para atrair investimento nos setores da nano e biotecnologia”.

“Temos centros de investigação de topo, empresas de referência no setor agroalimentar, ambiente e saúde. Temos de aproveitar estas condições e este momento histórico para criar com a Galiza um ‘cluster’ transfronteiriço neste setor emergente chave, fundamental para construirmos, para a região do Minho e para a Galiza, um futuro suportado na inovação, na competitividade e no sucesso empresarial”, sustenta o administrador executivo do BICMINHO, Nuno Gomes.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.