EUA divulgam provas de apoio e material russo para rebeldes


 

Lusa/AO online   Internacional   23 de Jul de 2014, 10:25

O Governo dos Estados Unidos divulgou terça-feira imagens de satélite e outras provas que demonstram que a Rússia treinou e equipou rebeldes ucranianos que alegadamente derrubaram o avião da Malaysia Airlines com 298 pessoas a bordo.

 

As autoridades norte-americanas sustentam também que a Rússia continua a enviar tanques, lança foguetes e outras armas para a Ucrânia depois do acidente com o avião malaio, sustenta a imprensa dos Estados Unidos.

Jornais como o The Washington Post ou a cadeia de televisão CNN difundiram algumas imagens divulgadas terça-feira por funcionários dos serviços secretos e não identificados.

Os funcionários citaram dados de, segundo o The Washington Post, sensores que seguiram a trajetória do míssil que, alegadamente, abateu o avião da Malaysia Airlines, marcas de metralhadora na aeronave, análise de conversas com os rebeldes em que assume a autoria do abate e fotos publicas em redes sociais.

As fontes disseram ainda que os Estados Unidos detetaram o lançamento de míssil terra-ar no momento do acidente com o avião malaio e na zona leste da Ucrânia controlada pelos rebeldes pró-russos.

Os norte-americanos descartam também que as forças ucranianas sejam as responsáveis pelo abate do avião.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.