Estudo reduz para metade o valor da ampliação da pista do Aeroporto da Horta

Estudo reduz para metade o valor da ampliação da pista do Aeroporto da Horta

 

Lusa/Açoriano Oriental   Regional   30 de Mar de 2017, 18:33

Um estudo hoje apresentado por um grupo de trabalho criado pela Câmara Municipal da Horta, reduz de 73 para 35 milhões de euros o custo aproximado da obra de ampliação da pista do Aeroporto da Horta.

O documento, elaborado pelos técnicos que integram o grupo de trabalho (presidido pelo ex-diretor do Aeroporto), propõe a ampliação da pista dos atuais 1.600 para 2.050 metros de comprimento, em terrenos conquistados ao mar, e por um valor substancialmente inferior ao inicialmente previsto.

"Esta obra não é um capricho dos faialenses! É uma obra fundamental para o nosso futuro", insistiu o presidente do município, José Leonardo Silva, em conferência de imprensa, nos Paços do Concelho.

O autarca lembra que esta obra, há muito reivindicada pelas forças vivas locais, permitiria que os aviões da Azores Air Lines, que fazem as ligações entre Lisboa e a Horta, pudessem operar sem restrições, além de permitir que aquela infraestrutura pudesse receber voos internacionais da Europa.

"Esta solução permite-nos perspetivar o futuro", salientou José Leonardo, lembrando que, além da ampliação da pista, a obra permitiria também potenciar a construção de uma nova aerogare e de uma nova placa de estacionamento para aviões.

O problema que se coloca agora é saber quem é que vai pagar o custo das obras, uma vez que o Aeroporto da Horta é propriedade da empresa "Vinci", sobre a qual nem a Câmara da Horta, nem o Governo dos Açores têm qualquer influência.

"Este é um documento de pressão! Vamos agora apresentá-lo ao Governo Regional, ao Governo da República e à ANA [Vinci], e esperamos que nos deem uma resposta rápida e concreta", insistiu o autarca, segundo o qual, este investimento pode ser candidatado a fundos comunitários.

A solução técnica avançada pelo grupo de trabalho consiste em ampliar a pista do Aeroporto da Horta nos dois sentidos (105 metros para o lado da cidade e 350 metros para o lado do Morro de Castelo Branco), em terrenos conquistados ao mar.

A ampliação da pista é uma reivindicação não apenas da Câmara Municipal da Horta, mas também da população local, que chegou a manifestar-se em setembro do ano passado, fora do Parlamento dos Açores, exigindo a concretização da obra.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.