Estado Islâmico reivindica atentado de Tunes

Estado Islâmico reivindica atentado de Tunes

 

Lusa/AO online   Internacional   19 de Mar de 2015, 14:00

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou o ataque de quarta-feira contra um museu de Tunes, em que morreram 21 pessoas, numa mensagem áudio divulgada esta quinta-feira.

 

Na mensagem, colocada em 'sites' islamitas, o grupo ‘jihadista’ ameaça lançar mais ataques na Tunísia, noticiou a agência France Presse.

O ataque contra o Museu Nacional do Bardo foi perpetrado por dois homens com armas automáticas que acabaram por ser mortos pela polícia. Nove suspeitos de envolvimento no ataque foram detidos hoje.

O último balanço do Ministério da Saúde tunisino indica que morreram no ataque pelo menos 21 pessoas, 20 delas turistas estrangeiros.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.